Alunos da escola “Plínio” brilham em olimpíada


Receberam a premiação os estudantes Yara Karine Carneiro Melo, Gabriela Paladine, Anna Julia Brunheroto Correia e Giovanni Sucigam

Yara Karine Carneiro Melo está entre as 10 melhores do Estado de São Paulo

Na segunda, 26 de novembro, o dirigente regional de ensino do Estado, Claudemir Campos, esteve na escola estadual “Plínio Rodrigues de Moraes”, em Tietê, para entregar os certificados aos alunos que participaram da 14ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep).
Neste ano, Yara Karine Carneiro Melo, da 3ª série, conquistou medalha de ouro e, em 2017, a de bronze. Com o resultado, a estudante está entre as 10 melhores do Estado.
Também receberam certificado de menção honrosa Gabriela Paladine, da 1ª série; Anna Julia Brunheroto Correia, da 2ª série; e Giovanni Sucigam, da 3ª série.
Premiação contou com presença da diretora do núcleo, Rita de Cássia, e do professor-coordenador de Matemática Luiz Carlos dos Santos.
Através do diretor Osinaldo de Oliveira, a escola “Plínio” agradeceu os professores, em especial os de Matemática, representados pela professora Sandra Marta Tezotto.
EM JUMIRIM – Giovani Tonholi Semioni, matriculado no 9º ano da Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) “Governador Mário Covas Júnior”, de Jumirim, conquistou medalha de bronze na 14ª Obmep.Giovani é aluno de Valéria Camacho, professora de Matemática, e sempre se destacou tendo comprometimento com os estudos, principalmente aptidão pelos números.
“Conquista dessa medalha reflete o esforço e a dedicação que ele sempre demonstrou em sala de aula”, reforçou Valéria.
Prêmio é relativo à edição 2018. Vale destacar que Giovani já foi premiado com certificado de menção honrosa na edição de 2016.
EM CERQUILHO – Na quarta, 21 de novembro, em Cerquilho, houve cerimônia de entrega das medalhas e certificados aos alunos medalhistas de ouro na 21ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA).
Organizada, anualmente, por uma comissão de astrônomos pertencentes à Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e por engenheiros da Agência Espacial Brasileira (AEB), a OBA chegou à 21ª edição, em de maio deste ano, e contou com participação de 774.232 alunos de todo o Brasil, distribuídos por 8.456 escolas.
Segundo a Prefeitura, em uma década, Cerquilho triplicou o número de escolas participantes na OBA. Com relação aos alunos, o resultado foi mais expressivo. Saltou de 164 alunos em 2008 para 2.405 em 2018.
Neste ano, Breno Pessuti de Oliveira, da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) “Luigi Luvizotto”, ficou entre o grupo de estudantes brasileiros pré-selecionados para a fase online das seletivas para as Olimpíadas Internacionais de Astronomia de 2019.
Segundo a Prefeitura de Cerquilho, 10 unidades escolares da cidade participaram da 21ª OBA e estas conquistaram para o município um total de 118 medalhas, sendo 18 de ouro, 47 de prata e 53 de bronze. Esses números mostram que a premiação de 2018 mais que dobrou em relação às 54 medalhas conquistadas pelos alunos em 2017.