Aronchi cobra solução para acesso ao Santa Maria


Segundo o presidente, no programa de concessão da SP-300 não foi contemplada a construção de uma marginal que ligaria o bairro à rodovia

Preocupado com a morosidade quanto ao início das obras da marginal de acesso ao Terras de Santa Maria, o presidente da Câmara Municipal de Tietê, Adriano Aronchi (DEM), apresentou na terça, 21 de novembro, requerimento cobrando informações da Prefeitura e do Governo Estadual.
Adriano Aronchi também trouxe uma gravação feita durante a visita do governador Geraldo Alckmin a Tietê e, nela, há a conversa com moradoras do Terras de Santa Maria. Nessa gravação, o governador garantiu a entrega das obras da marginal juntamente da duplicação de trecho da Marechal Rondon (SP-300), rodovia que margeia o bairro.
Durante o vídeo, o prefeito de Tietê, Vlamir Sandei, interrompe a conversa do governador com as moradoras para explicar que já teria falado sobre as obras da marginal com elas.
Adriano Aronchi reforçou que a obra de duplicação, no caso deste trecho, é de responsabilidade da concessionária AB Colinas e, no programa de concessão da SP-300, não foi contemplada a construção de uma marginal de acesso ao Terras de Santa Maria. Com isso, a Prefeitura de Tietê teria que construi-la.
“Caso tal marginal não seja construída, os motoristas do bairro terão que fazer retorno a cerca de sete quilômetros de seu local de origem, mais precisamente, no bairro Nossa Senhora de Fátima para então chegar à cidade”, informou o presidente da Câmara.
Atualmente, a única alternativa de saída segura do bairro é pela rua do bairro Areia Vermelha, recentemente aberta. Contudo, segundo o político, a mesma não possui a infraestrutura necessária para um trânsito seguro e para suportar o fluxo intenso de veículos que entram e saem do bairro diariamente.
“Em conversa com moradores do Terras de Santa Maria, o governador garantiu que as obras da marginal ocorreriam ao mesmo tempo em que ocorreriam as obras de  duplicação da SP-300. Mas passados dois meses de início das obras da AB Colinas no trecho da SP-300, a obra da marginal que ligaria o bairro à rodovia ainda não foi iniciada”, explicou Adriano Aronchi.
O presidente da Câmara quis saber porque as obras da marginal ainda não começaram e com quais recursos elas serão feitas. Também questiona qual será o prazo para entregar a obra aos moradores do bairro.
Segundo a AB Colinas, a Prefeitura possui projeto funcional aprovado junto à Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) para a regularização do acesso do bairro. No entanto, para que o Governo Municipal possa iniciar a obra de regularização é necessário que seja  enviado à Artesp o projeto executivo, para que a agência analise e, se aprovado, autorize o início da obra.
CONVITE – A Comissão de Constituição, Justiça e Redação, da Câmara de Tietê, realizará, em 7 de dezembro, audiência pública para discutir o Projeto de Lei 50/2017, de autoria do Poder Executivo, que altera a Lei 3.596, a qual trata do parcelamento do solo no município.
Audiência pública começará às 20 horas e ocorrerá no plenário da Câmara Municipal, localizada na praça dr. Elias Garcia, 112, Centro de Tietê. Todos os interessados no assunto e munícipes em geral poderão participar e opinar sobre o tema.