As rédeas da própria vida!


Muitos acreditam que amor, saúde, dinheiro, tempo e alegria de viver são os tesouros da vida. Pode ser! Mas para que estas necessidades humanas tornem-se, de fato, tesouros, elas precisam estar em completa sintonia, já que cada uma influencia diretamente na motivação e no nível de realização do ser humano.
Hoje, vivemos uma era que as pessoas buscam alcançar felicidade e satisfação, seja no âmbito pessoal ou profissional, mas para isso querem soluções rápidas e esquecem da necessidade de estar em equilíbrio consigo mesmas primeiramente para, em seguida, serem capazes de entrar em harmonia com as outras pessoas. Nesse sentido, o ser humano vai se deparar com uma série de problemas, como insatisfação, desmotivação, agressividade, insônia, baixa autoestima, insegurança, entre outros. Como já sabemos, isso não é muito difícil de acontecer diante da atual realidade vivida pela nossa sociedade.
Mas ainda assim, para evoluir, o ser humano precisa entender que suas condições de vida (sejam boas ou ruins) são responsabilidades exclusivas suas. Nesse contexto, é fundamental reconhecer a importância do sim, do querer melhorar, do assumir a responsabilidade de viver com consciência. Tudo isso é importante para o início de uma vida guiada por seus próprios pensamentos e emoções.
Às vezes, o que falta para algumas pessoas é agarrar as rédeas da própria vida e sair em busca do crescimento pessoal. Sabemos que não é algo fácil a ser feito, mas independentemente da felicidade ou da tristeza, do sucesso ou do fracasso, dos erros ou dos acertos alcançados, assumir as rédeas da própria vida é trilhar o seu próprio caminho, ainda que este traga amargas experiências.
A vida é isso! Todos nós passamos por percalços ao longo da nossa existência e a responsabilidade é o que nos fará descobrir o que aconteceu de errado, qual foi o seu papel naquela situação e o que fazer para não repetir o erro. Isso se chama viver com consciência. Assim, a vida passa a ser mais leve porque sabemos que tudo o que acontecer será de nossa responsabilidade.
Se você que lê este editorial se enquadra no grupo das pessoas que ainda não buscaram o tão sonhado crescimento pessoal, chegou o momento de ser honesto consigo mesmo e, sozinho ou com ajuda de alguém, buscar o seu espaço. Enquanto você tem a possibilidade de escolha, há chance dos seus sonhos darem certo. Sabemos que, para alcançá-los, certamente, demandará tempo, dedicação e paciência, mas acredite que os resultados serão compensadores.
Portanto, a hora é agora! Lembre-se que desprender daquilo que não traz nada de bom, além de purificar a alma e proporcionar leveza, te ajudará a viver e não apenas existir! Pense nisso!