Educação x corrupção


Por Antônia Valeria Pizol Grigolon

Como educadora, passava sempre aos meus alunos
Que na vida o mais importante não é levar vantagem e ganhar,
E sim valorizar o outro usando o verbo “amar”.

Ao escolher essa profissão, sabia o quanto era difícil.
Mas depois vi que não era minha escolha e sim um dom,
Para formar cidadão e inseri-lo em uma nação.

Hoje, ao encontrar meus alunos como bons cidadãos,
Vejo que valeu a pena ensinar.
Todos vêm me cumprimentar e abraçar
E, com isso, tenho a certeza:
Que dentro deles a corrupção
Nunca vai se instalar.

A meu ver, educação e corrupção são palavras antônimas.
O ato de educar, orientar e ensinar o indivíduo configura-se educação.
Formando ao final um “íntegro cidadão”.

E ao contrário da corrupção,
Onde o tal cidadão
Vai deformando o caráter,
Entrando em um estado de decomposição,
Corrompendo-se e chegando à putrefação,
Configurando ao final:
A droga da “corrupção”.

E quando chega a eleição,
Todos prometem absurdos para a Educação,
Mas depois que são eleitos,
O educador esquecem de valorizar.

Por isso, meu cidadão,
Reflita em quem votar.
Isso se algum candidato sobrar,
Para essa tal de eleição.
“Mas preste muita atenção”
Se este candidato
Não está infectado pela corrupção.

Tenho a certeza então:
Que quanto mais a pessoa
Investir na Educação,
Desenvolverá aptidão
Tornando-se um bom cidadão.
Não deixando brechas
Para a corrupção.