Estado tem 70 parlamentares na Câmara Federal


Um deles é o deputado Guiga Peixoto (PSL), que defenderá a população de Tatuí, sua terra natal, além de cidades como Tietê e Cerquilho

Representante da região, o deputado federal Guiga Peixoto (PSL) está no primeiro mandato

Os deputados federais eleitos para a 56ª legislatura da Câmara dos Deputados tomaram posse na sexta, 1º de fevereiro, em cerimônia no plenário da casa.
Os 70 parlamentares que vão representar o Estado de São Paulo são: Paulo Sérgio Abou Anni (PSL), Adriana Miguel Ventura (Novo), Alencar Santana Braga (PT), Alex Spinelli Manente (PPS), Alexandre Frota de Andrade (PSL), Alexandre Leite da Silva (DEM), Alexandre Rocha Santos Padilha (PT), Alexis Joseph Steverlynck Fonteyne (Novo), Arlindo Chinaglia Júnior (PT), Arnaldo Jardim (PPS), Luiz Felipe Rossi (Baleia Rossi) (MDB), Bruna Dias Furlan (PSDB), José Augusto Rosa (PR), Carla Zambelli Salgado (PSL), Carlos Henrique Sampaio (PSDB), Carlos Alberto Rolim Zarattini (PT), Celso Russomanno (PRB), Antonio Cezar Correia Freire (Cezinha de Madureira) (PSD), Marcio Tadeu Anhaia de Lemos (coronel Tadeu) (PSL), David Bezerra Ribeiro Soares (DEM), Eduardo Bolsonaro (PSL), Eduardo Cury (PSDB), Adriano Eli Corrêa (Eli Corrêa Filho) (DEM), Enrico de Graaff Misasi (PV), Fausto Ruy Pinato (PP), Roberto Sebastião Peternelli Junior (general Peternelli) (PSL), Eugenio José Zuliani (Geninho Zuliani) (DEM), Gilberto Nascimento Silva (PSC), José Guilherme Negrão Peixoto (Guiga Peixoto) (PSL), Guilherme Mussi Ferreira (PP), Herculano Castilho Passos Junior (MDB), Ivan Valente (PSOL), Jefferson Alves de Campos (PSB), Joice Cristina Hasselmann (PSL), Nicolino Bozzella Junior (PSL), Kim Patroca Kataguiri (DEM), Luiz Carlos Motta (PR), Luiz Philippe de Orleans Bragança (PSL), Luiza Erundina (PSOL), Marcio Luiz Alvino de Souza (PR), Marco Aurelio Bertaiolli (PSD), Marcos Antônio Pereira (PRB), Maria do Parto Mendes Rosas (PRB), Miguel Lombardi (PR), Milton Vieira (PRB), Nilto Ignácio Tatto (PT), Orlando Silva (PCdoB), Marco Antônio Feliciano (Podemos), Paulo Pereira da Silva (Paulinho da Força) (Solidariedade), Paulo Roberto Freire da Costa (PR), Luiz Paulo Teixeira Ferreira (PT), Katia da Silva Sastre (policial Katia Sastre) (PR), Luiz Flavio Gomes (professor Luiz Flavio) (PSB), Renata Hellmeister de Abreu (Podemos), Ricardo Izar Júnior (PP), Benedito Roberto Alves Ferreira (PRB), Roberto Alves de Lucena (Podemos), Rodrigo Antônio de Agostinho Mendonça (PSB), Rosana de Oliveira Valle (PSB), Rui Goethe da Costa Falcão (PT), Sâmia de Souza Bomfim (PSOL), Samuel Moreira (PSDB), Tabata Claudia Amaral de Pontes (PDT), Guilherme Muraro Derrite (tenente Derrite) (PP), Francisco Everardo Oliveira Silva (Tiririca) (PR), Vanderlei Macris (PSDB), Vicente Paulo da Silva (Vicentinho) (PT), Vinicius de Rapozo Carvalho (PRB), Vinicius Lazzer Poit (Novo) e Vitor Lippi (PSDB).
Na mesma data, foram eleitos os ocupantes dos sete cargos da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados para o biênio 2019/2020. O deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), eleito presidente pela terceira vez consecutiva, obteve 334 votos.
Para a 1ª Vice-presidência, foi eleito o deputado Marcos Pereira (PRB-SP), com 398 votos. A 2ª Vice-presidência será de Luciano Bivar (PSL-PE), eleito com 198 votos.
A deputada Soraya Santos (PR-RJ) obteve 315 votos e ocupará a 1ª Secretaria, que cuida da administração da Câmara dos Deputados. Já o deputado Mário Heringer (PDT-MG) ficará à frente da 2ª Secretaria, ao conseguir 408 votos, e coordenará os programas de estágio da Câmara dos Deputados.
Para a 3ª Secretaria, foi eleito o deputado Fábio Faria (PSD-RN), com 416 votos. O referido cargo é responsável por autorizar o reembolso com passagens aéreas, examinar os requerimentos de licença e justificativa de faltas. A 4ª Secretaria, responsável pela gestão dos apartamentos funcionais da Câmara, ficará sob a responsabilidade do deputado André Fufuca (PP-MA), eleito com 408 votos.
Quanto aos trabalhos da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, o jornal Nossa Folha lembra que os 94 deputados estaduais eleitos para a próxima legislatura começarão a atuar somente em 15 de março deste ano.