Quadrilha ligada ao PCC acaba presa em Tietê


Segundo informou a Polícia Civil, um dos integrantes havia cumprido pena por 17 anos em Bangu, no Rio de Janeiro

Nesta semana, no Jardim Bandeirantes, houve mais uma prisão por tráfico de entorpecentes

Em Tietê, na quinta, 25 de outubro, a Polícia Militar (PM) e a equipe Delta, da Guarda Civil Municipal (GCM), prenderam uma quadrilha ligada ao Primeiro Comando da Capital (PCC), que efetuou roubos no bairro Cohab.
De acordo com informações da PM e da GCM, através das redes sociais forças policiais foram acionadas por pessoas que alertaram sobre roubo a uma padaria localizada no referido bairro. Desse modo, a PM e a GCM estiveram no local do roubo e, através do sistema de monitoramento, visualizaram dois suspeitos que fugiram em um Fox branco carregando o dinheiro do caixa da referida padaria.
De posse dessas informações, a equipe Delta, da GCM, iniciou o patrulhamento nas imediações, vindo a localizar o veículo na rua Hermenegildo Zamuner Foltran, na saída que dá acesso à Rodovia dr. João José Rodrigues (SP-113).
No Fox branco, um dos indiciados estava junto da proprietária do carro. Indivíduo foi encaminhado pela GCM até ao plantão da Delegacia de Polícia de Tietê, enquanto a indiciada levou os policiais militares até sua residência, no bairro São Guilherme. Lá, mais dois autores do crime, vestidos com as mesmas roupas descritas pelas vítimas, foram abordados.
Um dos criminosos chegou a levar a polícia até uma área verde do São Guilherme, onde encontraram o caixa subtraído da padaria. Este confessou, ainda, que a mulher seria a mentora dos crimes, uma vez que o bando teria roubado um mercado, também na Cohab, em 13 de outubro passado.
Já a Polícia Civil revelou que um dos indivíduos do bando já tinha sido preso por 17 anos em Bangu, no Rio de Janeiro, e que a quadrilha, ligada ao PCC, possivelmente, se preparava para roubar um agiota de Tietê. A polícia não divulgou o nome do agiota.
Ainda segundo Boletim de Ocorrência (B.O.), os quatros indiciados receberam voz de prisão pela prática de roubo e foram encaminhados à audiência de custódia, em Piracicaba.
TRÁFICO – Em Tietê, na manhã da terça, 30 de outubro, um suspeito de traficar entorpecentes no Jardim Bandeirantes, acabou preso pelas Polícias Civil e Militar após cumprimento de mandado de busca e apreensão. Indiciado foi abordado na rua Gustavo Cândido, próximo a uma residência, e resistiu à prisão. Por conta disso, indivíduo teve que ser algemado e levado à Delegacia de Polícia.
Realizada busca na residência do acusado, foram localizados duas munições calibre 762, uma calibre 222 e outra calibre 38 deflagrada, 84 pinos de crack, seis de cocaína, pinos vazios, duas buchas de maconha, duas balanças de precisão, aparelho celular, R$162 em cédulas, R$122,45 em moedas e papel-filme para embalagem das drogas.
Suspeito foi levado à Santa Casa de Tietê e, posteriormente, à delegacia, onde permaneceu preso.
ACIDENTE – Em Cerquilho, no domingo, 28 de outubro, um homem acabou preso por dirigir embriagado e se envolver em acidente de trânsito na avenida João Pilon, no Centro.
De acordo com a PM, o motorista colidiu em um poste. A polícia foi acionada e o teste do bafômetro constatou presença de álcool no motorista. Ainda segundo a PM, ninguém ficou ferido na colisão. Encaminhado à Delegacia de Tatuí, o motorista pagou a fiança de um salário mínimo e foi liberado.