Rio Tietê transborda e invade pontos da cidade


Para a Defesa Civil local, até terça, 19 de fevereiro, a situação ainda requeria atenção, porém já se registrava a diminuição do nível do rio

Campo do Comercial foi o local mais atingido pelas águas

A vazão do Rio Tietê aumentou e chegou a 800 metros cúbicos por segundo na cidade na segunda, 18 de fevereiro, devido às fortes chuvas que atingiram a capital paulista no último fim de semana.
Em Tietê, segundo a Defesa Civil, o resultado das fortes chuvas de São Paulo foi sentido na segunda, dia 18, quando o nível do rio subiu consideravelmente, sendo notada a diminuição das águas apenas no início da noite.
Sobre os lugares atingidos e monitorados pela Defesa Civil nesta data, estão a região da rua Tenente Gelás, nas proximidades da ponte do bairro Santa Cruz; o início da avenida Fernando Costa (Beira-Rio), nas proximidades da Dacar; parte da rua da Bomba (rua sem saída); além do campo do Comercial Futebol Clube e parte da praça do Divino, no bairro Bela Vista.
Ainda segundo a Defesa Civil, todas essas áreas foram monitoradas desde domingo, dia 17, e não houve necessidade de promover a interdição das vias. Até terça, dia 19, a situação ainda requeria atenção, porém já se registrava a diminuição do nível do rio, cenário esse que afastou as águas das casas e das vias até então em risco. Inclusive, conforme a Defesa Civil, o campo do Comercial, o local mais atingido, nesta data já tinha toda a água escoada.
No mesmo dia, quando a água começava a baixar e a correnteza permanecer mais fraca, foi possível notar por toda a extensão do rio muita sujeira trazida desde a capital paulista. Tanto que garrafas pet formavam uma manta de lixo nas águas, em uma cena lamentável.