Rua da Caixa d’Água está com asfalto danificado


Segundo munícipe, faz um ano que trecho da via encontra-se comprometido e a Prefeitura de Tietê não toma providências

Morador da rua Reinaldo Orlando Casagrande, ao lado da praça da Bíblia, no bairro Caixa d’Água, em Tietê, reclamou das condições precárias do asfalto nesta via que dá acesso à garagem da empresa Corpus.
Segundo o munícipe, há aproximadamente um ano que o asfalto do local está danificado e a Prefeitura de Tietê não toma providências a respeito do problema. “Está impossível transitar por esta rua. A condição precária do asfalto prejudica nossa acessibilidade, principalmente, as de pessoas idosas e crianças”, comentou o morador. Por isso, o reclamante cobrou, mais uma vez, uma providência urgente em relação à rua.
“Pagamos nossos impostos e queremos que eles sejam revertidos em melhorias na infraestrutura de nossa cidade. Quero que o serviço de adequação do asfalto seja realizado o quanto antes para o bem de todos os moradores”, disse o reclamante.
Reivindicação do morador foi encaminhada à Prefeitura que, até o fechamento desta edição, não havia se posicionado a respeito.
CIDADÃO-REPÓRTER – Residentes nos bairros Cornélio Pires, Bertola e São Pedro, em Tietê, têm enfrentado problemas no abastecimento de água desde sexta, 17 de novembro. Falta de água ocorreu depois que a bomba de distribuição queimou. Moradores reclamaram dos transtornos e cobraram providências urgentes do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae).
Em nota à imprensa, a Prefeitura confirmou que a bomba havia queimado na sexta, dia 17, e que a troca já havia sido realizada. Informou, ainda, que um caminhão-pipa fez o abastecimento enquanto o problema era resolvido.
Além da falta de água, munícipes dos referidos bairros também disseram que a água passou a ser fornecida a menos de um mês por meio de racionamento, e sem aviso prévio.