Sérgio Honório e suas conquistas na Odontologia


Especialista acaba de ser credenciado como cirurgião buco-maxilo-facial junto ao Hospital dos Fornecedores de Cana de Piracicaba

O jornal Nossa Folha, nesta edição, entrevista Sérgio Honório, conceituado cirurgião-dentista formado em 1991 pela antiga Osec, hoje Universidade de Santo Amaro.
Com especialização em cirurgia e traumatologia buco-maxilo-facial pela Universidade de São Paulo (USP), o entrevistado trabalha na Usina Zambianco, de Tietê, na Prefeitura e no Sindicato Rural de Laranjal Paulista, além de prestar atendimento no seu consultório particular e atuar como cirurgião buco-maxilo na Santa Casa de Laranjal Paulista e no Day Hospital em Ermelino Matarazzo, em São Paulo.
Sérgio Honório também é professor adjunto dos cursos de atualização em cirurgia e preceptor hospitalar do curso de Especialização em Cirurgia e Traumatologia Buco-maxilo-facial da Fundecto/USP.
Novidade em seu currículo é que, a partir desta semana, o especialista está credenciado junto ao Hospital dos Fornecedores de Cana de Piracicaba, um dos melhores e mais bem estruturados hospitais do interior paulista.

NF – Quem é Sergio Honório? O cidadão e o profissional caminham juntos?
Sérgio Honório – Sou um tieteense nascido há 52 anos nessa terrinha que amo tanto, mas que há 28 anos vive em Laranjal Paulista. Com tantos ambientes de trabalho, é impossível o cidadão e o profissional não caminharem juntos, já que o cirurgião pode ser acionado, emergencialmente, a qualquer hora do dia ou da noite, em qualquer dia do ano.
NF – Seus pais Leonor e Édie lutaram para conseguir dar uma vida, economicamente, confortável para você e seu irmão. Hoje, ao se ver formado e alcançando cada vez mais sucesso, há uma sensação de enorme gratidão? Como sente e vive isso?
Sérgio Honório – Muito! A gratidão é e será eterna pelo que ambos fizeram por mim e pelo meu irmão. Mesmo sem estudos, dedicaram todas suas vidas para nos proporcionar um diploma e uma vida digna. Isso é impagável! Agora, na medida do possível, procuro ajudá-los e amá-los da melhor maneira possível. Sei que não é quase nada perto do que me deram, mas faço o máximo que está ao meu alcance.

NF – De uma infância simples a uma juventude de escolhas e decisões, como chegou à decisão de ser cirurgião-dentista? Teve alguma influência?
Sérgio Honório – Muito difícil para um jovem escolher sua profissão em uma fase de muitas ofertas em sua vida. Quando estava prestando vestibular, gostava de Medicina. Passei em todos os vestibulares que prestei (Direito, Biologia e Biomédicas), menos em Medicina. Assim, acabei optando pela Odontologia influenciado pelo dr. Francisco Ângelo Biagioni, dentista tieteense que reside em São Bernardo do Campo.
Dentro da Odontologia, a ênfase em cirurgia me foi transmitida por grandes mestres, como o saudoso dr. Celso Machado de Araújo Filho, além dos doutores Almir Alves Feitosa, Carlos Henrique Beviláqua e Marcos Vianna Gayotto.

NF – Por que optar pela cirurgia odontológica e buco-maxilo-facial com anestesia geral?
Sérgio Honório – Talvez por influência da Medicina, optei pela cirurgia e traumatologia buco-maxilo-facial e, nesta área, atuo há 28 anos. A cirurgia nos dá a oportunidade de trazer de volta a dignidade de uma pessoa (no caso dos traumas faciais), restabelecer o ânimo da vida (no caso dos tumores) e mostrar a beleza e a magnitude do ser humano ao realizar o tratamento a pessoas especiais que não permitem o trabalho convencional, mas que, em âmbito hospitalar, podem ser atendidas.
Sem um ambiente hospitalar com anestesia geral, quadros como esses são impossíveis de serem realizados, mas também podemos realizar outros tipos de atendimento, como a extração de dentes inclusos em pacientes que não queiram se submeter a uma cirurgia em um consultório.

NF – A partir desta semana, o especialista está credenciado como cirurgião buco-maxilo-facial junto ao Hospital dos Fornecedores de Cana de Piracicaba. Conte-nos sobre essa novidade.
Sérgio Honório – Foi um grande prazer poder me credenciar junto a este hospital que é referência em uma grande região do Estado de São Paulo. Nas imediações, há muitos fornecedores de cana com convênios que podem ser atendidos neste hospital, além de pacientes com vários outros convênios. Esse credenciamento possibilita a essas pessoas serem atendidas em um hospital de grande porte e com estrutura diferenciada.
Será uma opção a mais aos tieteenses e aos moradores de nossa região que desejam realizar cirurgias orais e maxilo-faciais sem ter que se deslocar desta nossa região. Aos que se interessarem por ter esse tipo de atendimento, estou à disposição para atendê-los.

NF – Observa-se que o especialista é uma pessoa cheia de compromissos e agenda cheia, mas, ainda assim, sempre está buscando novos desafios, como na comunicação e no esporte, por exemplo. Como administra seu tempo?
Sérgio Honório – A imprensa esportiva é meu grande hobby. Por 18 anos, escrevi coluna esportiva nos jornais de Laranjal Paulista. Primeiro no A Tarde e, depois, no O Alerta, o qual também fui o proprietário por três anos. Hoje, ainda escrevo um editorial ao Alerta, mas sobre outros assuntos, editorial que rendeu meu único livro: Faça Valer A Pena.
Também comando o programa Dynâmica nos Esportes, da Rádio Dynâmica FM, em Laranjal Paulista, há 22 anos. E, finalmente, há quase três anos, estou na Órion TV, de Tietê, apresentando o programa Abrindo o jogo, nas noites de segunda, e narrando algumas partidas de futebol.
Para completar, sou festeiro de Santa Teresinha este ano, em Tietê. Confesso que, por vezes, penso que não darei conta de tudo, mas estou conseguindo administrar bem a minha agenda.

NF – Além de ser cirurgião-dentista, palestrante, professor acadêmico, escritor e apresentador esportivo, há mais alguma outra função a ser conquistada?
Sérgio Honório – Não penso nisso! Às vezes, as coisas acontecem em minha vida sem planejamento algum. Gosto de viver um dia de cada vez e usufruir dele da melhor forma possível, seja no campo profissional, acadêmico, pessoal ou social. Também adoro viajar e estar com os verdadeiros amigos nos tempos livres. Amo ler, sejam livros científicos ou outros. Na profissão, busco o crescimento, incessantemente.
Enquanto puder produzir e ser um profissional que possa levar conforto e saúde aos meus pacientes, continuarei me dedicando ao máximo.

NF – Para encerrar, se pudesse mudar a sua vida, mudaria o quê? No campo profissional, quais os planos para o futuro?
Sérgio Honório – Não mudaria nada em minha vida! Segui o meu caminho como o escolhi e não me arrependo de qualquer centímetro caminhado. Profissionalmente, acabei de assumir a Preceptoria Hospitalar do curso de Especialização em Cirurgia e Traumatologia Buco-maxilo-facial da Fundecto/USP e quero me preparar, da melhor maneira possível, para atender as expectativas dos meus superiores.
Talvez tenha chegado a hora de cursar o tão sonhado Mestrado em 2019 e, logo em seguida, o Doutorado.