Em Tietê, problemas com a coleta de lixo persistem


Moradores do Centro e bairros, como Povo Feliz, Caixa d’Água e Paraíso, relataram descontamento com os serviços prestados

Na rua Caio Gracco, no Centro de Tietê, materiais estiveram acumulados desde sábado, 3 de agosto

Por mais uma semana, o jornal Nossa Folha voltou a receber reclamações relacionadas à coleta de lixo orgânico em Tietê. Segundo queixas, os resíduos não têm sido recolhidos regularmente no Centro e em bairros, como Povo Feliz, Caixa d’Água e Paraíso.
Na rua Caio Gracco, no Centro, moradores relataram que o lixo orgânico esteve acumulado desde sábado, 3 de agosto, e, no Povo Feliz, os materiais foram amontoados na segunda, 5 de agosto, sendo recolhidos apenas na noite da quarta, dia 7.
Com estes transtornos ocasionados pelo acúmulo dos resíduos, moradores questionaram a Prefeitura e a empresa responsável pela coleta no município e cobraram ajustes para que o serviço ocorra adequadamente.
As reclamações foram encaminhadas à Prefeitura de Tietê que, até o fechamento desta edição, não se manifestou a respeito.
CIDADÃO-REPÓRTER – Outra queixa apontada por munícipes ao Nossa Folha se refere a dejetos de cães em calçadas. Ao caminharem com seus animais pelas ruas, muitos tutores não recolhem as fezes, o que tem gerado queixas, uma vez que a limpeza do espaço acaba sendo feita pelos proprietários, que reclama dos riscos à saúde.
Estes mesmos proprietários pedem que os tutores possam se conscientizar e, ao saírem com seus animais, recolham os dejetos deixados por eles em sacolas plásticas e descartem corretamente.