Osvaldir Ruy


O Can Can Futebol Clube começou por meio de um grupo de meninos do bem, meninos que gostavam de jogar futebol. Em cada um de-
les existia o sonho de ser um grande ídolo da bola da época. Na imaginação daqueles garotos, cada terreno baldio se transformava em um estádio de futebol. Pedras ou qualquer outro objeto, tudo servia para improvisar as traves do gol. As linhas que limitavam os espaços do campo eram imaginárias. A bola podia ser de meia, borracha ou capotão, mas o importante era o jogo, ainda que ele ocorresse de maneira improvisada.
Nesse período, surgiu a ideia de concretizar um sonho: formar, oficialmente, um time de futebol. Mas, desta vez, com uniforme completo, ou seja, camisas, calções, meias e chuteiras. Para isso, Acacinho, Japão, Osaidir e Pampinha chamaram para completar o time: Du, Testa, Crau, Ocimar, Valtinho, Nilson, Mário Mela, Beleza e Marcelino.
Formada a equipe, faltava um nome. Assim, em 14 de maio de 1974, surgia o Can Can Futebol Clube.
Para amparar esses meninos sonhadores, era importante um líder, alguém que pudesse organizar toda aquela garotada, dispusesse de tempo e gostasse do futebol. Osvaldir Ruy, um tipo “paizão”, aceitou comandar o Can Can.
Dessa forma, além de presidente, coube a ele comandar, escalar e transportar com sua famosa Kombi toda a equipe para os jogos. Após as partidas, tinha a confraternização, momento de comer um caprichado pão com mortadela, acompanhado da tradicional Tubaína.
Nesse clima, aquela meninada cresceu unida, compartilhando uma amizade verdadeira. Hoje, passados 45 anos, todos estão adultos. Alguns já não calçam mais as chuteiras. Porém, todos permanecem amigos e se reúnem em seus momentos de folga. São muitas as lembranças e quase todas muito agradáveis, pois refazem um passado fantástico.
Bonito ver que o tempo transformou aqueles garotos apaixonados pelo futebol em homens íntegros, os quais mantêm o forte vínculo de amizade fraterna.
Vale registrar que a primeira Diretoria do Can Can teve como presidente e técnico Osvaldir Ruy, vice-presidente Antonio José Machia Pezzato, 1º secretário Osaidir Vidoto Vicentin, 2º secretário Mário Luiz Santin da Silva, 1º tesoureiro Acácio Nascimento Filho, 2º tesoureiro Claudio Dal Coleto Junior, diretor esportivo Osvaldo Ferraz de Campos (Pampinha) e supervisor técnico João Elviro Pezzato.
(texto por Alberto Giovanetti Filho)
PIADINHA DA SEMANA – Um compadre perguntou para o outro:
– “O que aconteceu? Por que tanta gente assim no sítio? Morreu alguém?”
– “Sim, compadre! Meu burro matou a minha sogra com um coice!”
– “Ah! E toda essa gente conhecia a sua sogra?”
– “Não, compadre! Vieram para comprar o burro!”