Outono aumenta incidência de doenças respiratórias


Nesta época do ano, as pessoas idosas são um dos grupos mais vulneráveis e que, por isso, demandam atenção redobrada com a saúde

O Outono é a estação dos dias quentes, noites frias e pouca chuva. Por isso, deixa o ar mais seco e poluído, o que contribui para o aumento da incidência de doenças respiratórias, típicas da estação.
Segundo a médica geriatra do Centro Médico São José, de Cerquilho, Carolina Thame do Amaral, nesta época do ano, as pessoas idosas são um dos grupos mais vulneráveis e que, por isso, demandam atenção redobrada com a saúde. “Neste período, é comum a mudança de alguns hábitos. Fica-se mais tempo em locais fechados, começam a retirar os cobertores dos armários e o tempo torna-se seco. Tudo isso representa riscos para a maioria das pessoas. No entanto, quando falamos de quem tem a saúde mais frágil, como os idosos, os riscos são ainda maiores”, comentou a especialista.
A geriatra explicou que, embora os riscos sejam maiores nas estações mais frias, quem se previne pode atravessar o período sem surpresas desagradáveis. “Um dos cuidados preventivos mais importantes é não se esquecer da vacina contra a gripe. Na quarta, 10 de abril, o Ministério da Saúde dará início à campanha de imunização, com o Dia D, marcado para 4 de maio. Por isso, é importante ficar atento para não perder a oportunidade de se vacinar. Lembrando que é necessário repetir a dose todos os anos, com a vacina atualizada, visto que os vírus causadores da gripe sofrem mutações. Idosos, doentes crônicos e gestantes são os mais vulneráveis à gripe e possuem prioridade nas filas de vacinação”, aconselhou a médica.
Outro cuidado importante é com a hidratação do organismo. “Nesta época do ano, o tempo fica mais seco e um pouco mais frio também, o que acaba desestimulando o consumo de água. Isto é grave, sobretudo aos idosos, que se desidratam com facilidade. É importante beber, pelo menos, dois litros de água diariamente, divididos em pequenas quantidades durante todo o dia. Não adianta beber um litro de uma vez e passar metade do dia sem água. Hábito correto mantém o corpo mais forte e saudável para combater possíveis doenças que se aproveitam do período propício”, indicou a geriatra.
Como no Outono é comum esfriar durante a tarde, é recomendado que, ao sair de casa, a pessoa carregue um agasalho, mesmo que esteja quente, pois a queda brusca de temperatura pode deixar o corpo vulnerável a infecções. Mas vale lembrar que, em qualquer fase, é aconselhável se consultar com um médico regularmente e fazer os exames de rotina para evitar surpresas.
Em Cerquilho, o Centro Médico São José fica na avenida Presidente Washington Luiz, 392, no Centro.