Para Isabelli, o nervosismo é o seu maior adversário


Para Isabelli, o nervosismo é o seu maior adversário

Isabelli estuda na escola “Lyria de Toledo Pasquali” e vai completar 12 anos

O jornal Nossa Folha prossegue com a série de entrevistas com as atletas do voleibol de Tietê, treinadas por Gera Foltran. Por ordem de sorteio, a trigésima sexta entrevistada é a Isabelli Rodrigues de Jesus, tieteense nascida em 2 de julho de 2009.
A filha da Adriana Rodrigues de Jesus e irmã do Gustavo e da Ana, estuda na Escola Municipal de Educação Básica (Emeb) “Professora Lyria de Toledo Pasquali”, no bairro Cohab.
Como iniciante, joga em várias posições e até o momento não possui títulos conquistados.
No voleibol, seu ídolo é a jogadora Tandara Caixeta, oposta da Seleção Brasileira e considerada uma das atacantes com maior potência no voleibol mundial.

NOSSA FOLHA – Defina-se como atleta em uma única frase?
ISABELLI – Uma jogadora que se reconhece com um bom saque.

NOSSA FOLHA – Quando começou no voleibol? Teve influência de alguém?
ISABELLI – Meu início ocorreu por volta de 2018. Não lembro muito bem e foi por influência da minha mãe.

NOSSA FOLHA – Uma qualidade que é necessária para ser atleta do voleibol?
ISABELLI – Ter força e dinamismo.

NOSSA FOLHA – Uma lembrança feliz nas quadras?
ISABELLI – Meu primeiro bloqueio nos treinos.

NOSSA FOLHA – Um momento desanimador nas quadras?
ISABELLI – Quando eu saquei antes do apito.

NOSSA FOLHA – Qual a importância do professor Gera?
ISABELLI – Graças a ele eu consigo fazer o que eu faço hoje.

NOSSA FOLHA – Quem é o seu maior adversário?
ISABELLI – O nervoso que dá ao ver aquelas pessoas me olharem no momento em que o meu time conta comigo.

NOSSA FOLHA – O que é preciso para ser uma estrela do voleibol?
ISABELLI – Ser sensacional em todas as posições.

NOSSA FOLHA – O que tem aprendido com a pandemia?
ISABELLI – A observar mais as jogadoras de vôlei.

NOSSA FOLHA – Para encerrar, qual é o seu maior sonho?
ISABELLI – Ser uma jogadora de vôlei.