Para Tiago, a emoção de ser campeão lhe marcou


Para Tiago, a emoção de ser campeão lhe marcou

Tiago é filho do casal Fernando e Fabiana

Tiago Floriam Zuchi é o quadragésimo quarto entrevistado do jornal Nossa Folha na série especial dedicada aos atletas do handebol tieteense, comandados pelos treinadores Fábio Vidotto Beloto e Gustavo Prado.
Chamado pelos colegas de Zuchi, ele nasceu em 9 de janeiro de 2009, no município de Piracicaba. Filho do Fernando Zuchi Júnior e da Fabiana Maria Floriam Zuchi e irmão do Felipe Floriam Zuchi, o atleta estuda no colégio Gradual.
No Handebol, atua como pivô da categoria Mirim, sendo que, em 2019, tornou-se campeão da Liga de Handebol do Estado de São Paulo (Lhesp).

NOSSA FOLHA – Enquanto atleta, como você se define no handebol?
TIAGO – Eu me considero relativamente um bom atleta e tenho certeza que, com mais treinamento, tenho muito a evoluir.

NOSSA FOLHA – Como foi seu início na equipe de handebol? Teve alguma influência?
TIAGO – Na época, eu estava querendo praticar algum esporte e, no Handebol, comecei por influência do meu amigo Vitor Hugo.

NOSSA FOLHA – O que você mais ama e mais odeia quando está nas quadras?
TIAGO – Amo quando a equipe vence e odeio quando erro alguma jogada.

NOSSA FOLHA – Quais são os maiores desafios pessoais neste esporte?
TIAGO – Como sou iniciante neste esporte, o meu maior desafio é ser campeão como titular da equipe.

NOSSA FOLHA – Qual é a importância dos treinadores Fábio Vidotto Beloto e Gustavo Prado?
TIAGO – Eles têm uma grande importância, pois são excelentes professores e completamente responsáveis pela minha evolução no esporte.

NOSSA FOLHA – Qual oportunidade o handebol lhe proporcionou?
TIAGO – O handebol me proporcionou a oportunidade de competir e a emoção de ser campeão, mas, principalmente, me proporcionou a oportunidade de fazer novas amizades.

NOSSA FOLHA – Quais expectativas você tem em relação às competições em um cenário pós-pandemia?
TIAGO – Vamos ter dificuldades em retornar no ritmo e no nível de condicionamento que tínhamos, porém, será uma sensação muito boa poder voltar a conviver com os amigos nesse ambiente saudável do esporte.