Perfil entrevista Jênyce Reginato


Jênyce Carla Reginato da Cunha, filha de Paulo Humberto Reginato e Vilma Gonçalves Reginato, nasceu em 12 de abril de 1977, em Santos. Formada como biomédica, hoje, é mãe full time. Está casada com Eduardo Matias da Cunha, com quem tem as filhas Maria Vitória Reginato da Cunha e Maria Clara Reginato da Cunha.
Eu sou? Ariana e não desisto jamais.
Sinônimo de beleza? Minha mãe Vilma.
Cantor e cantora? Axl Rose e Lady Gaga.
Ator e atriz? Paulo Gustavo e Adriana Esteves.
Sonho? Ver a aurora boreal.
Amor? Pelas minhas filhas, minhas Marias.
Solidão? Quem tem Deus nunca está sozinho.
Deus? Minha fortaleza!
Religião? Católica.
Filme? Amor Além da Vida.
Sonho de consumo? Conhecer um país por ano.
Defeito? Às vezes, teimosa.
Qualidade? Ser caridosa.
Lugar? Santos.
Lazer? Cinema com pipoca.
Qual o livro de cabeceira? A Mulher que Prospera.
Qual profissão teria escolhido sem ser a sua? Medicina.
Momento da vida para repetir? Férias em Conchas quando eu era criança.
Alegria? Curar minha filha Maria Vitória da talassemia major.
Tristeza? Partida do voinho Afonso Mathias.
Decepção? A política do País.
Receita contra o tédio? Escutar música.
Tem saudades do quê? De quando eu era modelo.
Amizade é? Essencial para a vida.
Amigo(a) especial? Meus irmãos.
Palavra que riscaria do vocabulário? Medo.
Ídolo? Renato Russo.
Frase? “100% de esperança onde houver 1% de chance”
Nota 10 para: o doutor Vanderson Rocha.
Nota zero para: a mentira.
Grande homem ou grande mulher? Meu marido Eduardo.
Planos para o futuro? Ter uma ONG para auxiliar pacientes com anemias benignas junto ao caminho da cura.
Recado? Seja um doador de sangue e de medula. Você salvará vidas!