Perfil entrevista Samuel de Abreu


Perfil entrevista Samuel de Abreu

Samuel Menezes de Abreu, filho de Maria Rozemir Menezes de Abreu e Manoel Pereira de Abreu e irmão da Ivonete Menezes de Abreu, está casado com Maria Luciene da Silva Vieira.
É pai de Tamar Vieira de Abreu e Jhon Vieira de Abreu.
Sua profissão é açougueiro e, atualmente, trabalha no Açougue do Coopbom. Também é atleta amador.
Eu sou? Determinado e sonhador, não acredito em um limite para o ser humano. Sempre podemos ser melhores!
Sinônimo de beleza? A vida, porquê não encontro algo mais profundo e belo do que a vida.
Cantor e cantora? Leonardo Gonçalves e Fernanda Lara. São músicas que me trazem esperança, paz interna, alma leve.
Ator e atriz? Steven Seagal e Milla Jovovich. São protagonistas de filmes que marcaram minha infância.
Sonho? Concluir faculdade de Arqueologia e viajar para Israel.
Amor? Palavra que as pessoas deveriam pensar melhor antes de falar. Palavra muito linda e muito usada como sentimento de paixão.
Solidão? Sentimento horrível, mesmo rodeado de pessoas, muitas vezes, nos sentimos só, desamparado.
Deus? Para mim, Deus é fundamento da existência de tudo.
Religião? Algo que te sufoca, que te aprisiona.
Filme? Matrix. Tem uma mensagem muito forte.
Sonho de consumo? Participar de uma maratona internacional em Buenos Aires.
Defeito? Ser muito pessimista.
Qualidade? Excelente pai e muito dedicado no trabalho.
Lugar? No meu lar com minha família.
Lazer? Curtir uma corrida com os amigos e parque com as crianças.
Qual livro de cabeceira? Bíblia, pois é uma fonte inspiração e fé.
Qual profissão teria escolhido sem ser a atual? Veterinário, pois sempre gostei muito de animais e me dói vê-los sofrer.
Momento da vida pra repetir? Nascimento de meus filhos. Momento de muita alegria!
Alegria? Brincar com minhas crianças e participar de corrida.
Tristeza? Estar longe de meus pais.
Decepção? Quando treino forte e resultado em uma corrida não sai como esperado.
Receita contra o tédio? Praticar atividades físicas.
Tem saudade de quê? Morar em fazenda, cuidar de gado e cavalo.
Amizade é? Muito mais que momento de descontração e resenhas. É conhecimento e confiança.
Um(a) amigo (a)especial? Humberto. Alguém que sempre me aconselhou e, hoje, estou vivendo momentos que ele me antecipou.
Palavra que riscaria do vocabulário? Medo, é algo que atrapalha muito o ser humano a conquistar o que busca.
Ídolo? Eliud kipchoge.
Frase? Fé no amanhã.
Nota 10: para os médicos que foram os verdadeiros heróis nessa pandemia.
Nota 0: para o preconceito e racismo.
Um grande homem ou uma grande mulher? Nelson Mandela.
Planos para o futuro? Formar-me em Arqueologia e trabalhar dentro da área.
Recado? Não seja um prisioneiro dentro de você!