Protetora busca um lar para cães abandonados


Protetora de animais passa por dificuldades e busca um lar para cães abandonados


As histórias de abandono são tristes e quase sempre com relatos de maus-tratos. Em alguns casos, os animais só sobrevivem porque contam com a companhia de um irmão ou de um parceiro. É o que aconteceu com Joe (macho) e Sofia (fêmea). Foram resgatados pela protetora Cristina Kiota e ainda não conseguiram lar que permita adoção conjunta.
“Não dá para separar, é como alma gêmea. Dormem juntos, brincam e se adoram. O problema é que, por razões financeiras e pessoais, não poderei ficar com eles. Até agora dediquei tempo e recursos financeiros, além de muito amor, mas era provisoriamente. Infelizmente, não posso mais. Mas não quero que eles voltem para as ruas”, contou a protetora.
Joe, o macho, tem cerca de dois anos e porte médio. É um mestiço de pitbull. Já Sofia, a fêmea, tem cerca de três anos e porte grande. Eles estão há meses esperando por um adotante. Os dois estão castrados e prontos para adoção. São muito apegados um ao outro, por isso deverão ser doados juntos. No entanto, é importante ressaltar que os peludos não se dão bem com outros animais, embora sejam muito companheiros.
A protetora que busca um lar para Joe e Sofia vai mudar de residência e não terá mais espaço para abrigá-los, pois tem mais outros 14 animais resgatados. Por isso, o apelo é: deem as eles a chance de conhecer o amor, depois de dias de solidão e sofrimento.
Tem ainda o caso dos cães Sheike, mestiço de labrador castrado e vacinado, e do Preto, mestiço de poodle. Eles são calmos e convivem bem com outros cães. Viviam nas ruas e também esperam adoção. “Eles merecem uma chance. O problema é que existem muitos preconceitos quando o assunto são animais de rua”, acrescentou a protetora. Quem puder adotá-los deve ligar para (15)99696-0449.